Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘fragmentos extras de O RIO…’ Category

Amanhã será o dia de coroar Nossa Senhora. Não consigo lembrar da noite de ontem, mas é certo que estive em pecado. Agora quero constatar a roupa branca, o manto azul, as asas de plumas embaixo da cama. Comigo, a memória do hino que iremos cantar de manhã, ensaiado em silêncio. A noite passada são fragmentos desalinhados. Lua minguante, vagalume na caixa de fósforo, sapos coaxando e estrelas desesperadas. Com o estilingue acertei o morcego, que despencou pânico, joguei quatro pedras na lua e desalinhei as formigas com os pés, espalhando folhas secas pelo escuro. Fiz correr o gato e despertei as galinhas batendo com muita força as mãos.  Vou dormir e atravessar a noite. Amanhã haverá a coroação. O pai nosso que está no céu me fará acreditar que haverá amanhã. Haverá os anjos e a festa. Nossa Senhora me espera de braços estendidos, pousada na nuvem de vidro, o coração em chama. Haverá a oferenda e a promessa; a penitência e a liberdade. Haverá eu.

Read Full Post »

Vão-se os carneirinhos. Passam os carneirinhos e nem adianta perguntar de onde vieram, o que atravessaram, que pais tiveram, se tiveram avós, se pátria tiveram, se queriam ir ou preferiam ficar. Vão-se os carneirinhos, é preciso ir, enfrentar o escuro, domar ausências e ouvir besouros. Esta noite não chove, o tempo é seco, e a lua no céu está cheia de novelos de lã.

Os carneirinhos vão, continua dizendo meu pai, a voz agora cada vez mais longe, sumindo na bruma do pasto lá fora. Desisto de entender de onde vêm estes bichos, para onde vão, alinho-me ao lado deles, fecho os olhos sossegado e entendo que não se deve interromper o percurso destes animais; silên…………..

Read Full Post »